Porto Alegre,
 
        
 
       
Agenda
Artigos
Assembleia Legislativa
Canoas
Famurs
Federasul
Governo do Estado
OAB
Prefeituras
 



 
  
 
 
14/08/2019

 

Quem dirige pela cidade, sabe: transitar em vias com boas condições garante não só mais rapidez nos deslocamentos, mas também segurança para motoristas, passageiros e pedestres, além de muito menos desgastes nos veículos, que têm sua vida útil diminuída em função de ruas e avenidas esburacadas. Ciente desses e outros fatores, a Prefeitura de Canoas vai renovar mais de 90 quilômetros de asfalto no município, começando pela avenida Santos Ferreira, entre a BR-116 e a rua General Salustiano nesta segunda-feira (12).

A obra começou com o trabalho de fresagem – técnica que retira o antigo asfalto para posterior colocação de outro – e se estende durante toda a semana, chegando à rua Santa Maria e à avenida Inconfidência. “O pavimento da avenida Santos Ferreira está desgastado em diversos trechos e apresenta escorregamento de massa asfáltica, que a população costuma chamar de ‘calombos’”, relata o secretário adjunto de Obras, Robson Borges.

As irregularidades no asfalto, especialmente próximo às calçadas, acabam acumulando água em dias de chuva e colocam em risco tanto motoristas quanto quem anda a pé pelo local, principalmente para subir ou descer de ônibus. “Essas elevações se formaram após antigos recapeamentos feitos na via, quando foram colocadas camadas de asfalto por cima do pavimento danificado – o que acaba não suportando os impactos de veículos pesados. Por isso essa obra é tão importante, pois vamos remover todo o calçamento e revestir do zero”, explica o secretário de Obras, Altair Stello.

A ordem de início da repavimentação foi acompanhada pelo prefeito, Luiz Carlos Busato, pelo secretário de Segurança Pública e Cidadania, Alberto Rocha, pelo secretário das Relações Institucionais e Comunicação, Rodrigo Busato, pelo secretário de Obras, Altair Stello, e o adjunto, Robson Borges, e pelos vereadores Cezar Mossini, Juares Hoy, Eracildo Linck, Eric Douglas e Gilson Oliveira, além dos técnicos responsáveis.

Assim que o trânsito foi bloqueado e as máquinas começaram a operar, o prefeito percorreu os comércios da avenida para pedir a compreensão pelas mudanças provisórias na circulação de veículos. Para o proprietário de uma loja de roupas esportivas, o transtorno durante os dias de obras é o de menos. “Essa obra é muito valiosa para nós porque uma rua bem asfaltada, com o calçamento em dia, faz com que as pessoas se sintam melhor e isso valoriza o comércio da região”, comenta o comerciante Jefferson Pess.

Entre as próximas etapas da revitalização asfáltica de Canoas estão a pavimentação sobre o viaduto da Mathias Velho, que liga a Boqueirão à Rio Grande do Sul. O projeto todo ainda inclui, além da renovação do asfalto em diversas vias, a criação de 40 quilômetros de ciclovias e a recuperação total do Terminal de ônibus do bairro Mathias Velho, por onde circulam cerca de 30 mil pessoas por dia.

 
Institucional | Anuncie Aqui | Edições Anteriores | Assine