Porto Alegre,
 
        
 
       
Agenda
Artigos
Assembleia Legislativa
Famurs
Governo do Estado
OAB
Prefeituras
 



 
  
 
 
27/12/2018

A  proximidade da posse de Jair Bolsonaro na presidência da República enche de esperança os brasileiros que combateram sem trégua a corrupção dos governos de esquerda. Brasília respira ares de otimismo em relação ao futuro imediato. Constatei isso, pessoalmente, na semana passada, quando estive na capital federal em busca de recursos para o asfaltamento do acesso à Associação Marauense de Assistência Social (AMIS) e para o Hospital Cristo Redentor.

Acompanhado pelo senador eleito Luis Carlos Heinze, e pelo futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, fui recebido pelo presidente eleito Jair Bolsonaro e pelo futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro. Com os dois, conversamos sobre a importância de fortalecer a segurança pública em todo o país – especialmente no campo, onde os produtores estão mais desprotegidos. Levei a Bolsonaro e a Moro o relato da experiência bem-sucedida da Delegacia de Polícia Especializada na Repressão aos Crimes Rurais e Abigeato (DECRAB), criada pelo governo gaúcho a partir de uma sugestão minha. Com duas DECRABs em operação, tivemos uma queda de 30% nos casos de roubos e furtos de gado. É uma experiência que certamente poderá ser replicada em outras unidades da Federação.

Além das emendas parlamentares para atender as demandas de Marau, que, a nosso pedido, serão encaminhadas pelos deputados federais Afonso Hamm e Covatti Filho, esta rápida passagem por Brasília foi um momento especialmente gratificante para mim. Em 2016, quando a candidatura Bolsonaro não era levada a sério pelo estabelecimento político, recebi o ex-capitão e deputado federal em Porto Alegre e o acompanhei em diversos compromissos políticos – já confiante, naquela ocasião, de que sua candidatura iria vencer as barreiras do preconceito, das mentiras, e se viabilizar como a melhor alternativa para a reconstrução do país.

Vê-lo, agora, recuperando-se rapidamente do brutal atentado sofrido, e prestes a assumir o mais elevado cargo da República – cercado por um primeiro escalão de altíssimo nível – foi a constatação de que estivemos, desde o começo, do lado certo.

 
Institucional | Anuncie Aqui | Edições Anteriores | Assine