Porto Alegre,
 
        
 
       
Agenda
Artigos
Assembleia Legislativa
Canoas
Famurs
Governo do Estado
OAB
Prefeituras
 



 
  
 
 
13/09/2018




Segundo  dados da revista Forbes, a democracia é a forma de governo que rege 49,3% da população mundial. Muito embora não seja a forma perfeitamente ideal quando o assunto é satisfazer plenamente as ambições de cada um de nós, é, com certeza, a que mais se aproxima disso. Não obstante, é amplamente citada como um dos pilares da civilização ocidental, constituída de aspectos virtuosos tais como liberdade de expressão, livre iniciativa, igualdade e o direito individual pela busca da felicidade. Infelizmente, na prática, existem aqueles que, independentemente do partido, país ou cargo que ocupem, insistem, incessantemente, em colocar seus interesses pessoais acima do coletivo. Tal prática, geralmente resulta no enfraquecimento da democracia e do estado de direito, consequentemente.

Como agente público e político, não me canso de propagar os princípios nos quais se baseiam a democracia. Estes, inevitavelmente, acabam sempre norteando a conduta das pessoas de boa vontade, sejam elas oriundas dos mais distintos cenários sociais. Sem dúvida, é da vitalidade e do amadurecimento da democracia que depende o sucesso de um governo e, por resultado, o sucesso político, social e econômico de uma cidade, estado ou país.

A política é e sempre será o fator mais determinante para conquistar direitos e proporcionar mudanças benéficas ao coletivo. Do preço da gasolina aos direitos das minorias, ela influencia diretamente o cotidiano e a vida de cada um. E a forma mais eficaz de influenciar esta política que nos influencia é através do voto: Votar Nulo não resolverá! Votar em branco não resolverá! Não votar, também não resolverá! Minha experiência neste meio credencia-me a afirmar, embora muitos não acreditem, que estamos repletos de políticos bem preparados, competentes e aptos a assumirem mandatos responsáveis e dignos da aprovação do eleitor. Basta pesquisar e se informar, a internet também serve para isso.

É direito e dever de todos aqueles que aceitaram viver em sociedade, exercer a cidadania, elevando o nível do perfil de nosso eleitos. Precisamos salvar a democracia. Nessas eleições, faça sua parte: faça parte do processo, não abandone as urnas. Seu voto pode ser a diferença que você vai sentir no bolso, na geladeira, no posto de saúde, na creche do seu filho. Viver com dignidade é preciso, para alcançar tal dignidade, votar é preciso.

 
Institucional | Anuncie Aqui | Edições Anteriores | Assine