Porto Alegre,
 
        
 
       
Artigos
Assembleia Legislativa
CANOAS
Famurs
FECOMÉRCIO
Governo do Estado
GRAVATAÍ
OAB
SIMERS
SISTEMA OCERGS/SESCOOP
VENÂNCIO AIRES
 



 
  
 
 
24/08/2021

Pela   primeira vez desde que foi criado, em 2003, o programa social da Ceasa distribuiu peixes e frutos do mar para cerca de 70 instituições assistenciais cadastradas no Prato Para Todos. Na segunda-feira (23/8), associações comunitárias, creches e asilos receberam 1.980 kg de anchovas e pescada. Na sexta-feira (20), foram distribuídos 1.350 kg de camarão.

A doação é resultado de parceria da Ceasa com o programa Mesa Brasil do Sesc/RS em ações de combate à fome que beneficiam milhares de pessoas. O Mesa Brasil recebe pescados apreendidos pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e repassa parte da carga para o Banco de Alimentos da Ceasa. O órgão de fiscalização atua em regiões onde a pesca é proibida.

Marcelo Costa Tazio, representante do Comitê da Cidadania e do Clube de Mães Rainha da Paz, de Sapucaia do Sul, trouxe duas caixas de isopor para levar a cota de pescados para as duas entidades. "Os peixes serão distribuídos para famílias carentes", assegurou.

Na sexta passada, a distribuição de camarões de tamanho médio surpreendeu as entidades. Edson Magalhães, do Grupo Nossa Senhora de Fátima da 3ª Idade, do bairro Bom Jesus, na capital, disse que a doação será recebida em clima de festa pelos idosos.

Mariel Teixeira, da Semeando Esperança, instituição de Alvorada que distribui alimentos e roupas para famílias carentes, viu a caixa térmica com gelo ser preenchida em poucos segundos. "Vamos dar uma pouco para cada um", afirmou, enquanto observava a cota ser retirada da caminhonete refrigerada do programa Mesa Brasil.

Na sexta (20), além dos camarões, representantes das instituições levaram couve, couve-flor, maçã, mostarda e tempero verde doados por produtores e atacadistas do maior entreposto de hortigranjeiros do Estado. Para o presidente da Ceasa, Ailton dos Santos Machado, a inclusão de pescados no kit de alimentos é um acréscimo significativo para a saúde dos beneficiados.

"Quero destacar o fortalecimento da parceria com o Sesc/RS e a importância das proteínas, vitaminas e minerais presentes nos peixes e nos frutos do mar distribuídos. É um complemento para aqueles que recebem semanalmente o kit de frutas, legumes e verduras doados pelos permissionários", afirmou Ailton.

De acordo com o gerente do Sesc/Comunidade, Eduardo Danilo Schmitz, a destinação de pescados para a Ceasa ocorrerá sempre que houver apreensão de peixes e de camarões pelo Ibama. A Ceasa é uma sociedade de economia mista vinculada à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr).


 
Institucional | Anuncie Aqui | Edições Anteriores | Assine