Porto Alegre,
 
        
 
       
Artigos
Assembleia Legislativa
CANOAS
Famurs
FECOMÉRCIO
Governo do Estado
GRAVATAÍ
OAB
SIMERS
SISTEMA OCERGS/SESCOOP
VENÂNCIO AIRES
 



 
  
 
 
20/08/2021

POR  RANOLFO VIEIRA JÚNIOR
“Nunca poderei ter verdadeira alegria se não tiver paz. E o que é a paz? A paz é consequência da vitória. A paz exige de mim uma contínua luta. Sem luta, não poderei ter paz.” A sabedoria de São Josemaría Escrivá diz muito sobre nossa batalha contra a criminalidade no Estado. Não se trata apenas de reduzir índices de ocorrências de crimes, mas de gerar um ambiente favorável ao desenvolvimento, aos empregos, ao bem-estar — enfim, à felicidade.

A instalação do novo Batalhão de Polícia de Choque, agora em Uruguaiana, é mais um passo nesse rumo. O número desse tipo de estrutura dobrou na atual gestão. Passou de três para seis: além de Porto Alegre, Passo Fundo e Santa Maria, foram criados em Pelotas e Caxias do Sul. A implementação em municípios estratégicos faz com que forças táticas qualificadas e bem equipadas estejam em qualquer ponto do Estado com mais rapidez para atuar em situações críticas.

Em Uruguaiana, o BPChoque vai reforçar ainda o combate aos crimes fronteiriços, transnacionais e rurais, com a expectativa de fazer cair ainda mais os abigeatos.

Nossa estratégia de manter e reforçar os efetivos em todas as corporações da segurança vai significar o chamamento de 7,4 mil agentes ao longo de quatro anos. Um investimento de R$ 1 bilhão que só está sendo possível graças às profundas reformas e aos ajustes que promovemos, sob a liderança do governador Eduardo Leite.

Já foram entregues mais de 700 viaturas, quase 5 mil coletes e 800 fuzis. O investimento de qualidade é um dos focos do RS Seguro, além da integração das polícias e da valorização dos serviços de inteligência. Estratégias que, somadas à dedicação dos agentes, contribuem para a constante redução dos indicadores de criminalidade. Alcançamos quedas recordes em casos como homicídios, latrocínios, roubos de veículo e ataques a bancos.

Temos muitos e grandes desafios, mas os resultados mostram que o caminho está correto. Seguiremos combatendo a criminalidade de forma incansável, pois investir em segurança pública é caminhar rumo a um Rio Grande mais competitivo e melhor de se viver.

Vice-governador e secretário da Segurança Pública

 
Institucional | Anuncie Aqui | Edições Anteriores | Assine