Porto Alegre,
 
        
 
       
Artigos
Assembleia Legislativa
CANOAS
Famurs
FECOMÉRCIO
Governo do Estado
GRAVATAÍ
OAB
SIMERS
SISTEMA OCERGS/SESCOOP
VENÂNCIO AIRES
 



 
  
 
 
05/06/2021

O  risco de fechamento do Hemocentro Regional de Santa Maria por parte do Governo do Estado do RS estará no centro do debate a ser realizado em audiência pública proposta pelo deputado Valdeci Oliveira (PT) junto à Comissão de Saúde e Meio Ambiente (CSMA) da Assembleia Legislativa. O requerimento com a solicitação à presidência da CSMA foi protocolado nesta sexta-feira, 4, e deverá ser apreciado na próxima semana pelo colegiado. Se for aprovada a solicitação, o debate será realizado de forma virtual por conta das medidas de segurança sanitária e poderá ser acompanhado pelo público através do canal da TV Assembleia no youtube (www.youtube.com/tvalrs).

Prejuízos à saúde
"Vamos buscar a reversão da decisão do governo, pois fechar as portas do Hemocentro Regional redundará em prejuízos incalculáveis à saúde pública de Santa Maria, mas também de outras 40 cidades na região que também são atendidas pela unidade na prestação de serviços de coleta, processamento e testagem do sangue", afirma o deputado. Para Valdeci, que fez a denúncia na reunião ordinária da CSMA da última quarta-feira, 2, “ o investimento existente no Hemocentro é pequeno perto da sua importância e dos serviços qualificados que ele oferece", destaca o parlamentar.

O Hemocentro Regional de Santa Maria foi criado há 12 anos e atua por meio de uma parceria entre os governos estadual e federal. A instituição, que veio justamente para preencher uma carência muito grande que havia neste setor, fornece hemocomponentes e realiza provas imunohematológicas para mais de uma dezena de hospitais da região Central do estado.

Pedido de informações
"Já solicitamos, via Comissão de Saúde, um pedido de informações à Secretaria Estadual de Saúde, pois tudo indica que, para economizar recursos, o governo deseja que os serviços do Hemocentro sejam absorvidos por locais que não possuam a estrutura adequada e necessária para realização desse tipo de tarefa, que é bastante especializada. Não pode haver retrocesso em uma área tão fundamental e que resultará em insegurança à qualidade do produto e prejuízos aos usuários“, alerta Valdeci.

Para a audiência, serão mobilizadas diversas lideranças e entidades vinculadas à saúde e à gestão pública da região, além de representantes do governo, conselhos municipais e estadual de Saúde, Hospital Universitário e Universidade Federal de Santa Maria, prefeitos, câmaras de vereadores, 4ª Coordenadoria Regional da Saúde , Ministério Público Estadual e Ministério Público Federal, entre outros.

Serviço 100% gratuito
"O que está em jogo é a saúde da população, que hoje tem acesso a um atendimento 100% gratuito e bancado pelo SUS e que presta um serviço essencial e de excelência. E pior, em meio a uma pandemia que não terminou e que continua a dar sinais de recrudescimento. Se for preciso adequações, que se debata, se discuta, que traga o tema a uma mesa de diálogo com os servidores e com as autoridades de saúde de Santa Maria e da região. Fechar o Hemocentro é inaceitável. Faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para que isso não se concretize", avalia Valdeci.

 
Institucional | Anuncie Aqui | Edições Anteriores | Assine