Porto Alegre,
 
        
 
       
Artigos
Assembleia Legislativa
CANOAS
Famurs
FECOMÉRCIO
Governo do Estado
GRAVATAÍ
OAB
SIMERS
SISTEMA OCERGS/SESCOOP
VENÂNCIO AIRES
 



 
  
 
 
25/05/2021

No dia de  sua inauguração, nesta segunda-feira (24), os serviços mais procurados da nova sede do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), que atende os bairros da região Nordeste de Canoas, foram as atualizações do Cadastro Único e pessoas em busca de alimentos (cesta básica). A nova sede, no bairro Guajuviras, oferece mais qualidade na estrutura e no atendimento das pessoas em vulnerabilidade social, as que mais precisam dos serviços assistenciais prestados pelo Município. O Centro atenderá cerca de 6 mil pessoas mensalmente e está localizado no antigo prédio da UBS Caic, no setor 5, Quadra R, 20.

A jovem Giovana Vasconcelos, de 22 anos, veio do bairro Estância Velha para fazer o cadastro e garantiu que foi muito bem atendida no local, em sua primeira experiência. Já a senhora Iara de Lurdes Cardoso, aposentada por invalidez e moradora do Guajuviras, ressaltou a importância do CRAS. Todos os meses dona Iara vai ao Centro para pegar alimentos. “Só assim consigo sobreviver com o valor da aposentadoria”, relatou.

Para prefeito, momento é de ação e de retomada de uma política de proteção
Na inauguração, o prefeito Jairo Jorge lembrou que no passado, quando deixou a prefeitura em sua primeira gestão, existiam dois Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREA) e cinco Centro de Referência em Assistência Social (CRAS). Quando retornou para a administração municipal, encontrou apenas um CREA e dois CRAS. “O povo precisa de ajuda. É nessa hora que temos que atender as pessoas que estão desempregadas, que estão famintas, desesperadas, é nessa hora que o CRAS tem que ajudar. É um momento de ação”, enfatizou o prefeito. Jairo Jorge lembrou aos presentes, na ocasião, de outras entregas recentes, como o CRAS Niterói e o Restaurante Popular.

Nova sede possui melhor estrutura para garantir qualidade do serviço

De acordo com o secretário municipal da Cidadania, Paulo Bogado, o prédio anterior já estava inadequado, era de difícil acesso e estava degradado. “Nos mobilizamos para melhorar o serviço às pessoas e garantir o acesso de pessoas em extrema vulnerabilidade aos programas do governo”, concluiu.

Há dois anos como presidente do Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS), Lucinei Hanauer disse que é notável o trabalho desta gestão na área social. “Estas pessoas, carentes de tantas coisas, precisam de dignidade. Por isso, merecem um atendimento mais humanizado, como está sendo feito pela administração municipal”, concluiu.

O educador social Fabrício Busnello trabalha no CRAS desde 2008 e confirma que a mudança foi positiva. Para ele, o prédio anterior estava muito antigo, sem manutenção e tinha um problema constante na rede de internet, sanado com a mudança.

Foto: Tony Capellão

 
Institucional | Anuncie Aqui | Edições Anteriores | Assine