Porto Alegre,
 
        
 
       
Artigos
Assembleia Legislativa
CANOAS
Famurs
FECOMÉRCIO
Governo do Estado
GRAVATAÍ
OAB
SIMERS
SISTEMA OCERGS/SESCOOP
VENÂNCIO AIRES
 



 
  
 
 
07/05/2021

Na  última quinta-feira (6/5), os integrantes do Conselho de Economia da Fecomércio-RS estiveram reunidos virtualmente para falar sobre as privatizações no estado do Rio Grande do Sul. O coordenador do Conselho, Leonardo Ely Schreiner, iniciou a reunião cumprimentando o Chefe da Casa Civil, Artur Lemos, e destacou a importância da boa relação e proximidade do governo com os representantes do setor terciário.

Na ocasião, Artur Lemos, apresentou os projetos e estágio atual do plano de privatizações. “Hoje, temos mais condições de aprofundar temas tão importantes para o Estado. Ser empresário não é fácil. A conclusão da privatização da CEEE foi um grande passo e acreditamos em um cenário positivo”, explicou o Chefe da Casa Civil.

Lemos ainda falou sobre a situação da Sulgás, Sulpetro, Companhia Riograndense de Mineração (CRM), Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) e Corsan. Sobre a última, destacou que atualmente apenas 17% do esgoto é tratado, ressaltando a necessidade de acelerar os investimentos na área de saneamento. “No caso da Corsan, a ideia é torná-la uma Corporation, diluindo o Capital e fazendo com que o Estado tenha uma participação relevante, buscando o equilíbrio de uma atividade tão importante”, explica.

O Chefe da Casa Civil acredita que tais medidas trarão muitos benefícios para a sociedade. “Privatizar é extremamente difícil, mas teremos um grande êxito com a CEEE distribuidora, com a Sulgás e, certamente, com a Corsan. Teremos melhores condições de saneamento e isso nos resultará em um melhor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), qualidade de vida, entre tantas outras melhorias”, defendeu.

 
Institucional | Anuncie Aqui | Edições Anteriores | Assine