Porto Alegre,
 
        
 
       
Artigos
Assembleia Legislativa
CANOAS
Famurs
FECOMÉRCIO
Governo do Estado
GRAVATAÍ
OAB
SIMERS
SISTEMA OCERGS/SESCOOP
VENÂNCIO AIRES
 



 
  
 
 
13/01/2021

Já  estamos em 2021, mas a sensação é de que muitas pautas de 2020 seguirão nos acompanhando neste novo ano. Isto ocorre por que vários temas fundamentais para a retomada daquilo que tínhamos como normalidade dependem de políticas públicas em todas as esferas de poder – municipal, estadual e nacional.

Enquanto esperamos uma definição em relação ao início da vacinação em todo País, na Assembleia Legislativa a retomada dos trabalhos será marcada pela apreciação de projetos importantes, como a PEC do Teto de Gastos e reformas que não foram apreciadas no ano que passou.

Uma nova versão da reforma tributária será apresentada pelo Piratini, com ênfase na cobrança sobre o patrimônio. Ainda não temos detalhes deste projeto, mas a exemplo de 2020, voto contra qualquer proposta que aumentar a carga tributária para os gaúchos. Para mim, o governo precisa encontrar outras formas de ajustar seu orçamento à despesa, sem que isso signifique simplesmente meter a mão no bolso do contribuinte.

Além dos desafios impostos pela agenda do Estado, seguiremos dando especial atenção às pautas de nosso mandato, como a preocupação com a retomada das aulas e a questão da Saúde Mental na Escola. As dificuldades pós-pandemia são enormes, especialmente para o ensino público. Precisamos de um olhar especial para que possamos melhorar o aprendizado e diminuir a distância e a desigualdade entre as escolas pública e privada.

Da mesma forma, vamos seguir atentos aos temas ligados ao desenvolvimento regional, infraestrutura e logística, a quem gera emprego e renda, em especial ao setor coureiro-calçadista, e à causa das crianças portadoras de Atrofia Muscular Espinhal (AME).

Issur Koch,deputado estadual

 
Institucional | Anuncie Aqui | Edições Anteriores | Assine