Porto Alegre,
 
        
 
       
Agenda
Artigos
Assembleia Legislativa
Famurs
Governo do Estado
OAB
Prefeituras
 



 
  
 
 
12/11/2018




Marcada  por medidas amargas julgadas necessárias para a sustentabilidade econômica do Rio Grande do Sul, a gestão de José Ivo Sartori iniciou nesta semana a transição para o governo eleito que será empossado em 2019. Neste sábado (10), o programa Governo e Comunidade, produzido pela Secretaria de Comunicação, retornou à programação de rádios de todo o estado com as considerações do governador sobre o resultado das últimas eleições, sua atuação nos quatro anos de mandato e o processo transitório.

"O Rio Grande se destacou no cenário nacional positivamente. Passamos por esse processo (eleitoral) sem nenhuma denúncia contra o nosso governo, o que consideramos uma conquista em meio à tanta descrença, à grave crise ética e moral brasileira, à corrupção. Com certeza, o estado e o país passaram pela maior crise da história", avaliou.

As ações para desburocratizar os processos e reduzir a máquina pública foram destacadas pelo governador. "Nós defendemos um projeto de governo, inclusive com a assinatura do Regime de Recuperação Fiscal que, junto ao governo federal, deve garantir um futuro melhor à população", afirmou.

Entre os projetos mais importantes, Sartori citou a implantação da Lei de Responsabilidade Fiscal Estadual e a Previdência Pública Complementar, além do corte de gastos e da redução do número de cargos em comissão e de secretarias. "Reduzimos em praticamente R$ 1 bilhão as despesas por ano. Renegociamos a dívida com a União, reduzindo os juros de 6% para 4% e alongando a dívida para 20 anos, com estoque de R$ 20 bilhões a menos (de despesas) lá em 2028", lembrou.

A criação da Junta Comercial Digital, o licenciamento ambiental online e a redução da máquina pública com extinção de fundações também foram listados como "o legado que fica (do governo Sartori) para que o Rio Grande volte a ser grande".

Primeiros passos da transição

A transição da atual gestão para a equipe do governador eleito Eduardo Leite teve início na segunda-feira (5). O trabalho será realizado no Centro de Treinamento da Procergs, a partir de três eixos temáticos sugeridos pela nova composição.

"Quero que seja um processo democrático e o melhor para o Estado. Espero que tudo ocorra com serenidade e tranquilidade, mas, acima de tudo, com responsabilidade, que é o que todos esperam de nós", concluiu Sartori.

O programa Governo e Comunidade é transmitido aos sábados, semanalmente, pelas rádios do interior e é apresentado pela jornalista Nara Sarmento. As próximas edições devem tratar de uma retrospectiva sobre as principais ações da gestão.

Texto: Letícia Bonato
Edição: Gonçalo Valduga/Secom

 
Institucional | Anuncie Aqui | Edições Anteriores | Assine